Capital da Espanha, centro intelectual e político de um vasto império, pilar da fé católica e foco das artes sob monarcas das mais diferentes tendências, daqui também partiram as ordens de uma inquisição fanática, da supressão de identidades regionais e de evangelização forçada de nativos das Américas.
É exatamente esse passado rico e controverso que fez de Madri o que ela é hoje, a capital cultural de um dos idiomas mais falados do planeta e de um país unido e próspero.
Cenário gastronômico vibrante com o que se há de melhor da cozinha ibérica; tapas, paellas, doces e presuntos.
Come-se bem e bebe-se ainda melhor.
O vinho aqui é tratado com respeito, com adegas bem abastecidas de rótulos nacionais e dos vizinhos italianos, portugueses e franceses.
Cidade viva e intensa, grandes museus, hotéis incríveis e restaurantes maravilhosos…
O céu escandalosamente azul, arquitetura moderna, o verde dos parques, cidade cosmopolita, receptiva……..Madri é o máximo!!!!!